domingo, 5 de março de 2017



eu só queria dizer
foda-se pra tudo
mas como não posso me atrever
eu sigo a ignorar esse mundo

queria também conseguir escrever
coisas bonitas
quando o sol nascer
rimas infinitas
calorosas
implícitas
talvez sunitas

mas o almejo maior
é o desejo
intrínseco na alma
sem calma
na angústia de ser alguém
algo
qualquer coisa
tanto faz?
não mais

queria dizer que eu não entendo você
nunca entendi
não sei se você gosta de mim pelo o que eu sou
o pelo o que faço você sentir

isso me confunde
mais do que o normal
mas poxa
que merda, na moral

Nenhum comentário:

Postar um comentário