Menu

terça-feira, 11 de novembro de 2014

O que fui fazer na Argentina?



Sinceramente, não tenho desculpa para ter parado de postar, nem uma mesmo, mas escola, viagens, procrastinação... Tudo tem contribuído, mas esse post não é sobre desculpas. Vim aqui hoje contar um pouquinho pra vocês da minha viagem a Argentina!!!


Dique el Cajon e suas coordenadas 

Pra quem não sabe, acho que ninguém sabe, passei dois meses vivendo na cidade Argentina de Córdoba, na província de Córdoba mesmo, e foi uma experiência MARAVILHOSA. Voltei faz  mês que voltei e, sim, agora resolvi escrever aqui pra vocês (juro que já planejava isso)






Bem... E o que fui fazer nas nossas terrinhas hermanas? Intercambiar, isso mesmo passei dois meses vivendo numa família linda e maravilhosa, que eu amo por lá, estudando numa escola de ensino médio, passeando muito, falando espanhol, paquerando, bebendo, festejando, saindo.... E tendo muitas experiencias que só quem faz intercâmbio consegue viver.



Ignorem a legenda

Mas e a escola aqui? Então, estou no ensino médio chorem comigo, e não, as aulas por aqui não pararam, na verdade eu fui em um projeto pela escola mesmo, 11 brasileiros vão viver por lá e 11 argentinos vem morar aqui (nem comento sobre como minha mãe amou isso). A vida continuou por aqui, mas o projeto já é antigo, por tanto os professores, funcionários e tudo mundo já é bem acostumado e entende as dificuldades de se restabelecer na escola agora.




E o espanhol? Bem essa foi uma parte complicada, tive uns 2 meses de aulas aqui,  vez por semana, e como sempre, aprendi muuuito pouco. E quando cheguei por lá, todos tinham que falar devagar comigo, e se esforçavam muito para me entender, mas depois de umas 3 semanas já estava me sentindo A argentina doce ilusão.E se engana quem pensa que espanhol não é nada complicado, só por que é parecido com o português, na verdade é bem complicadinho, e eles falam rápido mesmo, mas também não é nem um alemão, é bem de boa. Logo farei um post de diquinhas do espanhol para vocês.







Já a convivência com as pessoas foi demais, tenho que admitir que por morar numa cidade que enche de Argentinos no verão tinha um baita preconceito, mas chegando lá reparei o quanto isso era bobagem, afinal eles são uns amores. As pessoas adoravam me contar sobre experiências no Brasil, fazer um milhão de perguntas, me conhecer mesmo. E está pra nascer povo mais animado que Argentino em! Mesmo brasileiro creio que está longe (talvez por que eu não conheça a cidade de vocês haha) de ter esse agito todo, todo o gás que Argentino tem. Fiz muitos amigos e minha família era maravilhosa, me ajudava sempre, eu tinha duas irmãs que amavam ler, e queriam conhecer o Brasil e me tratavam super bem, de uma maneira que nunca imaginei uma família estrangeira pudesse me tratar.






Sem falar de comidas e viagens, vou fazer um post especial pras viagens, mas só digo que Buenos Aires é esplendida e que, realmente, vale a pena conhece-lá, mas não só ela, a Argentina tem muito a oferecer. Assim como nas comidas, e deuses como eu comi. Na rua eu não gostei muito não na verdade, normalmente era demasiado gorduroso, mas em casa, e na casa de alguns argentinos que visitei, era ótimo (segue a foto do churrasco mais estranho da minha vida E que foi uma experiencia incrível)




Mas agora é isso, sou apaixonada pela argentina, apaixonada pelo idioma, apaixonada pelas comidas, apaixonadas pelos chicos argentinos, e com cade vez mais vontade de conhece o mundo que me cerca e ter várias experiencias para contar, lembrar e viver

Agora um presente pra mim:
Minha tão sonhada foto com a Mafalda (eu estava muito animada é) 


Qualquer dúvida eu adoro responder comentários (tenho muita esperança que vocês leiam esse post gigante), e me desculpem pelo baita sumiço, agora eu voltei voltei para ficar, por aqui, aqui é meu lugar, parei. E já, já eu volto, com mais fotos, mais experiencias, mais posts e tudo que vocês tem direito

Então é isso, beijinhos de luz e até a próxima,

Bruna

Nenhum comentário:

Postar um comentário