Menu

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Legend - Marie Lu

"Cada dia significa novas 24 horas. Cada dia quer dizer que tudo é possível de novo. Você pode aproveitar cada instante, pode morrer num instante, e tudo se resume a um dia após o outro. ele olha para a porta aberta do vagão da ferrovia, onde faixas escuras de água cobrem o mundo. E aí você tenta caminhar sob a luz."


Legend é o primeiro livro da trilogia, seguido por prodigy e champion, escrita pela chinesa Marie Lu Comecei a ler logo depois que uma amiga praticamente me obrigou, fazendo a maior propaganda possível.

A história alterna capítulos entre dois personagens. Day, que é o principal procurado da república, uma espécie de governo que ocupa a região centro-oeste dos Estados Unidos, vive para cuidar da sua família, que mora "legalmente", levando mantimentos e comida. E June, que é irmã de um importante soldado. Logo depois que Metias, irmão de June, morre o principal suspeito é [obviamente] Day, e June está disposta a fazer o que for preciso para vingar a morte de seu irmão.
Os dois acabam descobrindo coisas que supostamente eram para ser secretas, e afins.

A trama é sim parecida com divergente, porém mil vezes melhor. O contexto é muito mais elaborado e triste, e a narrativa da autora é viciante. As 300 páginas passam voando, e quando acaba é praticamente impossível não ficar curioso.





Sobre a diagramação: Não poderia ser melhor, as três capas são lindas [principalmente a do último livro], as folhas têm detalhes nas pontas, como se fosse manchas de graxa <?>, e apesar de achar sempre que as sinopses contam demais, o trabalho artístico é muito lindo.

Até mais,
Aline

2 comentários:

  1. Oi, Aline! Tô lendo Prodigy agora, mas até agora tô preferindo o Legend! Fiquei tão animada lendo, foi bem diferente de tudo que já li, só a sinopse me deixou apaixonada por ele, quando li tive certeza que se tornaria uma das minhas trilogias preferidas, e acertei em cheio!
    Uma leitura muito boa mesmo!
    Abraços, flor!
    Duda - My Little Wonderland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Duda,
      O fim de prodigy vale pelo livro todo, acredite em mim.
      E o fim da trilogia é o melhor, o mais épico o mais emocionante, haha.
      Até mais,
      Aline

      Excluir