terça-feira, 14 de outubro de 2014

1Q84 - Haruki Murakami

"Se você ama, ainda que uma única pessoa, de verdade, a vida vale a pena."



Posso afirmar que 1Q84 foi o livro mais estranho que eu li esse ano, mas um estranho bom, um estranho que vale a pena.

O ano é 1984 e o livro se divide em duas histórias paralelas, o de Aomame que para o mundo é uma professora de ginástica, mas esconde sua verdadeira profissão e detalhes de sua vida, uma mulher decidida e independente.
E também a história de Tengo, professor de matemática, escritor de garagem, que agora tem a missão de ajudar a reescrever um livro.





Os capítulos alternam entre os dois personagens, e pouco a pouco as duas histórias se conectam, criando uma mescla entre o imaginário e o real.
A leitura precisa ser feita com calma, para ser analisada. Murakami dá atenção aos detalhes, detalhes esses que não são exagerados, mas na medida certa.
O livro 1 é apenas a introdução da trilogia, algo grandioso está por vir.

O Povo Pequenino, a Crisálida de Ar, tudo é tão curioso. 
1Q84 me encantou de uma forma animal, sensacional, muito sensacional.

Até mais, 
Aline

Nenhum comentário:

Postar um comentário