Menu

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Resenha: Os homens que não amavam as Mulheres



Sinopse:
"Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada. E que um Vanger a matou. 
Quase quarenta anos depois o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mikael descobre que suas inquirições não são bem-vindas pela família Vanger. E que muitos querem vê-lo pelas costas. De preferência, morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois.... até um momento presente, desconfortavelmente presente"
O autor desse livro, Stieg Larsson , logo depois de deixar a trilogia Millenium na editora, morreu de um ataque cardíaco. Tenso não é?
Resenha:
Mikael tem uma revista que se chama "Millenium" (daí o nome da trilogia) que está afundando cada vez mais. E então ele é contratado por Henrik Vanger para escrever uma crônica sobre a família Vanger e descobrir o paradeiro de Harriet Vanger, desaparecida há muitos anos. Para resolver o trabalho Mikael deixa de lado a redação de sua revista e se muda para uma pequena cidade.
Os Homens Que Não Amavam As MulheresLisbeth Salander é uma mulher de 20 e poucos anos, tatuada, cheia de piercings, pouco ligando para a opinião alheia e a melhor hacker já vista.
A vida dos dois não tem nada a ver até o momento em que Mikael precisa de ajuda e eles acabam se conhecendo.
As primeiras páginas do livro são chatas e cansativas. Pensei que não ia dar em nada até chegar nas últimas 100 páginas.Sério, o final do livro compensa tudo. E quando você fecha tem vontade de matar uma das personagens.
Diagramação:
As folhas do livro são amareladas e o tamanho da fonte é ideal para se ler. Mas descobri que nenhuma edição brasileira do livro tem a orelha! Uma pena pois o livro em si é muito bom.
Por hoje foi isso, eu espero que vocês tenham gostado.
Beijos e até a próxima.
Aline



3 comentários:

  1. Vejo uma galera procurando promoções sobre esse livro, e claro, bate a curiosidade! Quem sabe eu consiga encontrar e compre ele mais barato, ainda bem que são apenas trÊs.
    Adorei sua resenha.
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/
    Beijão :)

    ResponderExcluir
  2. Essa trilogia parece ser bem bacana, hein? Não conhecia, mas depois da sua resenha me interessei.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  3. @Paloma Viricio Sim!É bem legal,só não recomendo se você não gostar de cenas fortes,tirando isso o livro é maravilhoso!
    Beijos,
    Aline

    ResponderExcluir