Menu

sábado, 8 de julho de 2017

nota sobre O planeta dos macacos



Um casal de namorados vagueia pelo espaço quando se depara com uma garrafa, à moda antiga, com um manuscrito dentro, escrito por Ulysses Mérou, que conta sua louca viagem.

Ulysses um cientista e um médico, vão parar no sistema de Betelgeuse. Lá, encontram um planeta de estranha semelhança com a Terra, e, em primeiros instantes, habitado por humanos. Mas não humanos comuns, humanos selvagens, não civilizados, nus e desprovidos de inteligência avançada.
Mas não são humanos que reinam nesse planeta. São os símios, os macacos que regem tudo por ali. Ulysses é capturado em uma caça e levado para um laboratório, junto com outros humanos, para ser estudado.

Pierre Boulle faz, de forma fantástica em 1963, reflexões completamente atuais no século XXI. O que caracteriza uma espécie ser civilizada e a outra não? Diálogos, a capacidade de um raciocínio lógico, o uso de vestimentas, demonstrar compaixão, inteligência? De forma sutil, mostra a caça em sua maneira mais selvagem, mas agora impactando-nos; troca o lugar do agressor e do capturado. Macacos caçam humanos, se gabam de suas conquistas e seus feitos, familiar?
Testes em animais, é aceitável porque não temos uma forma de entendê-los? Porque não têm uma alma como nós?

Li em um dia, talvez pelos motivos errados, mas sei que a história me prendeu e me fascinou de uma forma maravilhosa e sutil.
 10/10
mas esse livro não tem orelha e a capa fica aberta o tempo todo
aaaa

Até mais,
Aline

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Nota sobre Mago - O aprendiz



Escrito por um aficionado em rpg, o que esperar.
Elfos, trolls, orcs, irmandades, magia e guerras.
risos
Chega o dia da Escolha de Pug <e Thomas, seu bff> onde ele será escolhido por um dos mestres para ser seu aprendiz. Mestre das Armas? Da Guerra? Não ser escolhido por ninguém e virar camponês?
Ou ser o <inédito> aprendiz de mago, que viu no menino um potencial para essa arte?
O livro me ganhou aqui.
Mas Pug tem um problema
ele não consegue realizar magia.
kk
Tadinho
Até o dia em que ele bravamente salva a donzela princesa de trolls horríveis que ameaçavam a vida da pobre moça.
esse lance de princesa e paixão me deixou enojada.
Não enojada mas, meh.
A partir desse fato, Pug se torna Escudeiro do Conde. Uma pessoa importante, uau.
Além de Pug, acompanhamos a vida de Thomas, que vai para as artes da Guerra, meh.

Na calmaria do Reino de Crydee, descobre-se que há uma espécie, vinda de uma outra parte do espaço-tempo acabando com o sossego local. Sem comunicação com esses invasores, sem saber absolutamente nada sobre eles, como pará-los?

Dai começa a ficar legal. Com todas as criaturas místicas e aventuras show de bola.
Confesso que as partes sobre estratégia de guerra, "o que faremos" "ataca aqui eu ataco ai" - me deixaram sonolenta, paradinho demais.
However, as partes de ação de fato me deixaram vidradas.

Senti falta de Pug e Thomas nas últimas cem páginas, onde eles não aparecem ~sad feelings.
Queria mais magia também, mas espero conseguir isso no próximo livro.

8/10 por causa disso
Um bom livro apesar de seus arrastamentos.

Até mais,
Aline

quinta-feira, 29 de junho de 2017

nota sobre Uma breve história do tempo



uau
Hawking é um dos maiores divulgadores da ciência atualmente. De forma simples (na cabeça dele) trás informações básicas para a expansão do pensamento científico de um leigo <aka: us>
Com cuidado ele explica desde as primeiras teorias sobre sistema geocêntrico e heliocêntrico, até buracos de minhoca e dobramentos no espaço-tempo.
Universo é a minha paixão; é o que me faz sonhar acordada, é o que me faz perder em pensamentos. Deixa, em mim, um desespero por ter que entender tudo,  e quando achamos que temos todas as respostas, todas as teorias, todas as fórmulas
o universo aparece com mais um quebra-cabeça
Cosmologia é, sem sombra de dúvidas, um dos assuntos mais intrigantes <e impressionantes> da física atual.

/////////leves anotações sobre alguns capítulos; em uma breve releitura espero conseguir me aprofundar mais em certos conceitos/////////

Nossa imagem do universo- Apresenta conceitos básicos;
Aristóteles e seus argumentos que defendem a terra não-plana, mas ainda defendendo o modelo de Terra como centro do universo, assim como Ptolomeu; Modelo adotado pela igreja cristã.
Copérnico apresenta o modelo de Sol como centro do universo, apoiado por Kepler e Galileu, 1514
1687- Lei da Gravitação universal, Newton.
descobri uma palavra nova: apócrifa= fake.
POR QUE QUE AS ESTRELAS NÃO CAEM DO NADA MEU DEUS
ata

"O que Deus fazia antes de criar o universo?
Ele preparava o inferno para pessoas que fizessem perguntas como essa."
tcharam
turn down for what ateu

1929- parece que foi ontem
Hubble observa que o universo está se expandindo.
aaaa
nossa meta é uma descrição completa do universo onde vivemos.

Espaço e Tempo - Medições de Galileu que indicam que cada corpo aumenta sua velocidade ao mesmo ritmo, independente do peso, despreza-se a resistência do ar.
Primeira e Segunda lei de Newton; Lei da gravitação: maior a distância entre os corpos, menor a força. Newton recusava aceitar a ausência do espaço absoluto; seria possível medir sem erro o intervalo de tempo entre dois eventos. Tempo completamente separado e independente do espaço.

1676- Romer prova que a luz viaja a uma velocidade finita.
1865- Maxwell -  perturbações do tipo ondulatório, sugere a existência do éter.
1905 - Einstein "pra que éter meu querido só desconsiderar a ideia de espaço absoluto"
Teoria da Relatividade- as leis da ciência deviam ser as mesmas para todos os observadores.
Relatividade Geral- Gravidade é uma consequência do fato de que o espaço-tempo não é plano.

Nada viaja acima da velocidade da luz, pois precisaria de uma massa infinita e energia infinita.
(no momento, pesquisando ativamente sobre isso, porque sim, eu acredito que um dia chegaremos à velocidade da luz. Tanta coisa nos foi dita impossível pela ciência e logo depois revogado pela mesma. Entretanto, atualmente, ninguém suspeita que isso possa ser alcançado ~~ sad feelings)

Tempo e espaço se combinam em um objeto chamado espaço-tempo, que pode ter sua estrutura alterada pelos eventos que ocorrem no universo. Não apenas afetam, mas também são afetados.

Universo em expansão - A estrela mais próxima da Terra, Proxima Centauri, está há apenas 4 anos-luz
achei fácil
O brilho de uma estrela depende de sua luminosidade e da sua distância até nós. Conhecendo dois desses fatores é possível descobrir o terceiro
vai dizer que não é massa
A melhor coisa do capítulo: "cores" que as galáxias emitem; Azul ao vermelho. Sendo azul as que se aproximam e vermelho as que se afastam; legal saber que a maioria das galáxias apresentam espectro vermelho; universo em expansão ~~ mind blows.
Também é discutido os três modelos de Friedmann sobre o universo, big bang e afins. TOP
~~ SINGULARIDADE
////a partir desse capítulo eu aceitei que terei que reler para entender melhor e consequentemente colocar os pontos mais legais hehe
 Aline do futuro: faça esse favor obrigada fofa/////

adendo sobre o capítulo 10: Dobrar o espaço-tempo para que possamos viajar no tempo, é muita cara de ficção científica. Coisas que sempre refleti sobre mas nunca encontrei palavras: O passado é fixo, tá lá, já aconteceu, não da de dobrar e voltar atrás; it's over baby.
O futuro é uma soma de histórias possíveis, coordenado pela entropia e todo o caos que o envolve ( e pode ter a curvatura para a viagem no tempo rsrsrsrsr)
 ~~ doctor who wins
///////////////////////////////////////////////////////////////////////////

BREATHLESS estou
adorei adorei adorei
5 estrelinhas, ainda mais porque ganhei esse livro de presente, de uma pessoinha topzera
<3

Até mais,
Aline

domingo, 25 de junho de 2017

nota sobre As Brumas de Avalon


((((apenas uma memória em texto para me recordar dessa história no futuro, comprado em 04/2013 lido em 06/2017))))

Contada através das personagens femininas da lenda de Rei Arthur, ou Artur nunca sei; As Brumas de Avalon me apresentou um universo mágico e místico.

No primeiro livro, introduz o leitor a esse mundo, conheci Igraine a moça que tinha tudo pra dar certo e se perdeu no amor de Uther Pedragon; Viviane a Senhora do Lago, servindo a Deusa e a Avalon até o último suspiro; Morgause, manipuladora, egoísta, dona de si; e Morgana.

Morganaaaaaaaaa
Sendo a principal personagem nos quatro livros, é difícil acabar de ler essa história e não sentir falta dela. Alguém que "vi" crescer e viver cada momento da sua vida. Durante todo o trajeto luta com o cristianismo e seu único deus, ignorando o fato de "todos os deuses são um, todas as deusas são uma"; e só entendendo isso de fato no último capítulo, mais precisamente no EPÍLOGO.


O segundo livro é o mais arrastado.
Maldita Guinevere
Morgana some por um tempo e então somos obrigados a compartilhar da companhia de Guinevere; esposa de Artur, ou Arthur. Apaixonada por Lancelote - Melhor amigo de Artur, risos.
Personagem chata, sem sal, preconceituosa, manipuladora a seu jeito e hipócrita.
Não curti essa moça.

Artur.
Nossa moço.
Só foi bom porque tinha Excalibur a seu lado? Por vezes me senti afeiçoada pelo rei, por outras apenas desgosto. No fim, só amores, talvez tarde demais pra começar a gostar de um personagem, rsrs

<<<
Sentimentos especiais a Kevin e Nimue, terceiro livro. História completamente cruel, culpei Morgana pelo o que aconteceu mas perdoei-a logo depois.
>>>

O último livro foi devastador, personagens cansados de viver, querendo que tudo acabasse, mais crueldade e melancolia, me abalou.

Por fim,
Aline você gostou da história, leu os quatro livros em uma semana e desejou que Avalon fosse real. Quase chorou no fim, foi emocionante.
Na próxima vez que for ler recomendo que passe marca-texto nas passagens fofas e profundas porque eu queria colocar uma frase que li, mas não achei. <final do livro 4, isso eu lembro>
Estou com medo de ver o filme e não ser tudo aquilo, talvez eu nem me arrisque.

Até mais,
Aline de 2017

sábado, 17 de junho de 2017

querido diário

nunca tinha experimentado antes
o pânico social
a simples vontade de não querer ver ninguém na sua frente
de não conseguir conversar
de querer que acabe

nunca tinha experimentado antes
abandonar e ser abandonada
simultaneamente

nunca tinha experimentado antes
estar completamente


nunca tinha percebido antes
o peso de uma lágrima
-várias delas
a dor que cada uma traz
a história que cada uma conta

nunca tinha percebido antes
que aos 17 anos eu estou completamente perdida
todo dia tudo muda
nada é constante
exponencialmente caótico

nunca tinha percebido antes
que eu não me importo comigo
e essas realizações malucas
só vêm
quando eu deixo pra trás
alguém